Educação contra a desinformação

Imaginem a seguinte situação: as aulas de matemática do ensino fundamental trabalham coleta de dados estatísticos e os professores mostram as possíveis maneiras de se manipular a opinião das pessoas que vão ver os dados, dependendo da forma como eles são apresentados. Outra situação: um dos projetos da escola é preparar os alunos para conduzir… Ler mais

Considerações sobre não-violência e CNV

Fiz há alguns dias, a convite da EFAPE (Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Profissionais da Educação do Estado de São Paulo) uma palestra e uma oficina sobre comunicação não-violenta (CNV). Já abordei esse assunto aqui no blog algumas vezes, mas ele é essencial, especialmente em tempos de divisão, como os que vivemos hoje. Trocar… Ler mais

A Universidade no século XXI

Em nossa sociedade da informação, baseada na produção e disseminação de conteúdos, o conhecimento passou a ser muito mais acessível. Esse acesso democratizado tira da Universidade seu papel tradicional de principal produtora e guardiã do conhecimento. Mas nesse mundo digital, repleto de notícias falsas, robôs viralizadores de memes e fundamentalismos, a Universidade pode ter outro… Ler mais

O futuro promissor do nosso planeta, segundo Carlota Perez

A pesquisadora Carlota Perez acredita que estamos no meio de um processo de transformação econômica e social que pode nos levar a uma nova era de ouro, só que dessa vez em escala global. Esse exercício de futurologia se baseia em outros movimentos da história que tiveram características semelhantes – as revoluções tecnológicas. Ela cita… Ler mais

Como a metáfora determina nossa compreensão do mundo

Numa recente entrevista, a comediante, atriz, roteirista, produtora e uma das figuras mais talentosas da indústria do entretenimento – Tina Fey – relatou uma história interessante sobre a incompreensão de um texto de humor. Ela foi a primeira mulher a escrever roteiros para o SNL (Saturday Night Live), um dos mais importantes e longevos programas… Ler mais

Ficção científica – a vida imitando a arte!

Isaac Asimov (1920 – 1992) foi um professor de bioquímica na Universidade de Boston, nos Estados Unidos. Sua notoriedade, no entanto, está ligada à literatura como um dos maiores nomes da ficção científica. Seus livros falam de tecnologia num futuro em que os robôs convivem com a humanidade ombro a ombro.